sexta-feira, 1 de julho de 2011

Prabhupada em livro do Museu Britânico


O nome e a fama do acarya-fundador da ISKCON, A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, ganham destaque em um livro chamado “Hindu Visions of the Sacred”, de A.L. Dallapiccola, publicado pelo British Museum Press (Departamento de Imprensa do Museu Britânico).

O livro, sem tradução em português, fala sobre as visões sagradas hindus. As 95 páginas (“6 x 7”) são ricamente ilustradas. Imagens vívidas de obras artísticas e lugares sagrados aparecem em cada página do lado direito e o texto, no lado esquerdo, explica elementos-chaves das crenças e práticas do hinduísmo.

O parágrafo final sobre Krishna (p. 86) menciona Srila Prabhupada:

"Foi Chaitanya (1485-1533), que deu um novo impulso ao culto a Krishna e fundou uma influente escola filosófica. Nascido em Bengala, Chaitanya mudou-se para Puri, em seguida, viajou por toda a Índia cantando louvores de Krishna. Chaitanya mantinha completa rendição a Krishna como o caminho da salvação. Após sua morte, sua escola foi reorganizada por seus discípulos.
Em 1966, A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada fundou a Sociedade Internacional para Consciência de Krishna (ISKCON), em Nova Iorque, nos Estados Unidos, e espalhou a doutrina de Chaitanya no mundo inteiro. "

Dezenas de milhares de pessoas visitam o Museu Britânico, em Londres, Inglaterra, onde o livro está à venda. Desconhecido para eles, Srila Prabhupada viveu apenas a um quarteirão do Museu Britânico em 1970, na 7 Bury Place, que foi o primeiro Templo Hare Krishna da ISKCON, na Inglaterra. É uma coincidência agradável Srila Prabhupada ter morado perto de uma grande instituição, que agora publica e traz um livro com notas sobre suas grandes realizações.

Fonte: Portal ISKCON Bahia; ISKCON.com; Tattvavit Das; Bhaktin Edinete Mello


Compartilhar

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário