sábado, 16 de janeiro de 2016

Hare Krishna e Jesus Cristo

 

JESUS É O REPRESENTANTE DE DEUS E HARI NAMA (SANTO NOME) É DEUS?

Conversa entre Prabhupada e um discípulo:

— Prabhupāda: Sim?

— Mahāpuruṣa: Prabhupāda, há alguma contradição, porque o Senhor Jesus Cristo e o Senhor Caitanya ambos apareceram em Kali-yuga, e o Senhor Jesus Cristo disse que "O único caminho para Deus é através de mim". "Basta acreditar em mim ou se render a mim", e o Senhor Caitanya ensinou que hari-nāma é o único caminho para a realização espiritual nesta era.

— Prabhupāda: Então, onde você encontra a diferença? Se o Senhor Jesus Cristo disse, "Através de mim", o que significa que ele é o representante de Deus e hari-nāma é Deus. Assim, ou através do representante de Deus ou através de Deus, é a mesma coisa. Não há diferença entre Deus e os representantes de Deus.

Mesmo nas relações do dia-a-dia, se eu envio algum representante e ele assina alguma coisa em meu nome, Eu tenho que aceitar isso porque ele é meu representante. Da mesma forma, Deus tem que ser abordado através de Deus ou através dos Seus representantes. É a mesma coisa. A diferença pode ser apenas de compreensão. Porque o Senhor Jesus Cristo falou para uma sociedade que estava não muito avançada. 

Assim você consegue entender porquê uma personalidade tão grande, uma pessoa consciente de Deus, foi crucificada. Basta ver a condição da sociedade. Em outras palavras, eles estavam em uma sociedade de baixo grau.

Assim, eles não foram capazes de compreender toda a filosofia de Deus. Isso é suficiente. "Deus criou". Basta considerar isso. Eles não eram tão inteligentes para entender como a criação ocorreu. Se eles fossem inteligentes, eles não teriam crucificado uma grande personalidade, tal como Jesus Cristo. Então nós temos que entender qual é a condição da sociedade.

Assim como no Corão é dito por Maomé que "A partir deste dia você não terá nenhuma relação sexual com sua mãe". Basta descobrir a condição da sociedade. Portanto, nós temos que ter em conta o tempo, as circunstâncias, a sociedade e, então, a pregação. Por isso, para sociedades como aquela, não é possível compreender coisas filosóficas elevadas, como é afirmado no Bhagavad-gītā.

Mas, o fato principal é que a autoridade é Deus, o que é aceito tanto na Bíblia quanto no Bhagavad-gītā. A Bíblia começa, "Deus é a autoridade suprema", e o Bhagavad-gītā conclui: "Renda-se". Onde está a diferença? A descrição está simplesmente representando o tempo, a sociedade, o lugar e as pessoas. Isso é tudo. Eles não são Arjuna. Entende? Assim, as coisas compreendidas por Arjuna não seriam compreendidas pelas pessoas que crucificaram o Senhor Jesus Cristo.

Você tem que estudar sob esta luz. A mesma coisa. Um dicionário, um dicionário de bolso, um dicionário de criança, e o dicionário, dicionário internacional. todos são dicionários, mas com valores diferentes. Aquele dicionário é destinado a uma classe de crianças, e esse dicionário é destinado a altos estudiosos. Mas você não pode dizer que qualquer um deles não é um dicionário. Você não pode dizer isso. Todos são dicionários.

Então, nós temos que levar em consideração o tempo, o lugar, as pessoas, tudo. Assim como o Senhor Buda, ele simplesmente disse que "Parem com esse absurdo de matar animais". Essa era a sua propaganda. Eles eram pessoas de tão baixa qualidade que sentiam prazer simplesmente por matar animais. Assim, com a finalidade de eleva-los, o Senhor Buda queria parar esse absurdo: "Por favor, parem de matar". Assim, de tempos em tempos um representante de Deus, ou Deus, vem para ensinar as pessoas em diferentes circunstâncias. 

Então, de acordo com as circunstâncias, pode haver alguma diferença na explicação. Mas, o fator principal continua a ser o mesmo. O Senhor Buda disse: "Tudo bem, não há Deus, mas você deve se render a mim". Então, onde está a diferença? Isso significa que a pessoa tem que aceitar a autoridade de Deus, por este ou aquele caminho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário