terça-feira, 29 de maio de 2018

Homoafetividade à luz dos Vedas


Relações homoafetivas, casamento homoafetivo, são autorizados nos Vedas?

Pergunta de um discípulo sênior (Sriman Bhaktivedanta Vaisnava Maharaja) e ex-homoafetivo:

Estou mandando esta carta a meu querido mestre espiritual, Narayana Maharaj, sobre o casamento homoafetivo. Escrevi isto oficialmente pois irei a uma passeata Gay em São Francisco neste verão. Eu sabia que sua resposta seria em concordância com as escrituras, mas gostaria de confirmar com Narayana Maharaj de modo que não colocasse "palavras em sua boca".

Narayana Maharaj tem abertamente aceitado todos que vão até ele, seja homossexual ou heterossexual. Eu tenho sido honesto com Narayana Maharaj (a pessoa que escreveu esta carta era homoafetivo antes de receber iniciação sanyassa de Narayana Maharaj) e ele me deu responsabilidades de serviço devocional me concedendo sanyassa dois anos atrás.

Digo isto para deixar claro que Narayana Maharaj nunca maltratou pessoas homoafetivas.

Então gostaria de saber a opinião de Narayana Maharaj sobre esse tema.

Resposta de Narayana Maharaj:

Meu querido Sriman Bhaktivedanta Vaisnava Maharaja, minhas bençãos de coração a você. Todas as glórias a Sri Sri Guru and Gauranga, todas as glórias a Sri Sri Radha Vinode Bihariji.

Recebi sua carta e fiquei feliz de saber de você. Estou bastante satisfeito com seu serviço.

Sobre o tema da sua carta, não é descrito em nenhum lugar nas nossas escrituras que homens e mulheres do mesmo sexo podem viver juntos e praticar o apropriado Vaishnava Dharma.

Apenas no casamento entre um homem e uma mulher pode-se viver juntos e seguir uma vida grhasta ideal.

Se fosse genuíno e autorizado dois homens viverem juntos ou duas mulheres, então isso seria mencionado no Hari Bhakti Vilas.

Nossos Acharyas também nunca aceitaram isso como autêntico.

Pelo contrário, isso é apenas um produto de Kali-yuga (era da irreligião e ignorância).

É mencionado nas escrituras que em Kali-yuga praticamente todas as pessoas vivem uma vida pecaminosa.

A única esperança para elas é aceitar o processo do canto dos santos nomes como propagado por Sri Chaitanya Mahaprabhu e seus genuínos seguidores.

Para isso, devemos abandonar a vida pecaminosa e seguir o caráter ideal de um devoto.

Está fora de questão encorajar aquilo que é pecaminoso.

Seu sempre bem-querente,
Swami B.V. Narayan.

*Nota 1:

Krishna instituiu quatro estágios sociais e espirituais, varnasrama-dharma (Bhagavad-gita Como Ele É - 4:13; significado 1:42; significado 2:31; significado 4:7; significado 16:1-3): 1- Brahmacharya (vida estudantil), 2- Grihastha (vida matrimonial entre um homem e uma mulher), 3- Vanaprastha (vida contemplativa), 4- Sannyasa (vida renunciada). No Ashrama de Grihastha não existe casamento homoafetivo.

*Nota 2:

Krishna diz na Gita 15:15 que tudo que leva a Ele é "Veda". Quando perguntaram para Prabhupada se Joana D ́Arc estava no Bhagavatam (Veda), ele explica que tudo que fala sobre os devotos é Bhagavatam.

Não encontramos nos Vedas tradicionais o tema homoafetividade em detalhes, porém em Vedas recentes tais como a Bíblia podemos encontrar algumas instruções:

- "Os homens que praticam o homossexualismo . . . não herdarão o Reino de Deus." (1 Coríntios 6:9, 10) Isso também se aplica às mulheres. — Romanos 1:26

- O sexo é permitido apenas entre um homem e uma mulher que são casados. — Gênesis 1:27, 28; Provérbios 5:18, 19

- A Bíblia condena práticas homossexuais, mas não incentiva preconceito, crimes ou maus-tratos contra gays. — Romanos 12:18

Fonte: Baladeva dasa brahmachari, Keshavaji Gaudiya Math BH, "Relações gays são autorizadas nos Vedas? Srila B.V. Narayan Goswami responde", http://sociedadeinternacionaldebhaktiyoga.blogspot.com/2018/01/relacoes-gays-sao-autorizadas-nos-vedas.html
e Testemunhas de Jeová, "O que a Bíblia diz sobre o homossexualismo?", https://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102016128

Nenhum comentário:

Postar um comentário